Descanse em Deus no dia chamado HOJE.

21 de novembro de 2015

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

descanse em deus

(Texto – Hebreu 4:1-13)
Há uma canção que diz: “O que você faz quando ninguém te vê fazendo? Ou o que você queria fazer se ninguém pudesse te ver?”
O último verso desse texto diz que “nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está descoberto e exposto diante daquele a quem haveremos de prestar contas”.
Aquilo que eu faço quando meus pais saem de casa; Ele vê.
Aquilo que eu fico planejando como realizar; Ele vê.
Aquela falsa boa intenção, que na verdade é cheia de interesse pessoal, mas que todo mundo acha tão bonitinho; Ele vê.
Aquele pecadinho “delicioso” que eu guardo numa caixinha de madeira, debaixo das tábuas do chão, embaixo da cama do meu coração; Ele vê.

Não há nada que fique oculto. Nenhum pensamento, nenhuma intenção, nenhuma motivação; NADA NA CRIAÇÃO FICA OCULTO. E quando o autor fala em criação, ele está falando em simplesmente TUDO; porque TUDO foi por Ele criado.
E porque é que nós vestimos máscaras para parecer algo que não somos? Porque escondemos de todas as pessoas que nos cercam quem realmente nós somos? Porque fingimos ter piedade quando na verdade não temos? Porque fingimos odiar algo, quando na verdade, lá no fundo do nosso ser, nós babamos de raiva porque não possuímos aquilo?
A resposta é simples: Porque nós somos seres humanos.
E tirando Adão e Eva, que foram criados perfeitos aos olhos de Deus, todos nós somos frutos do pecado original que nossos primeiros pais cometeram. Sendo assim, todos nós carregamos uma carga genética espiritual pecaminosa. Não dá pra se livrar disso!
Na verdade eu não sou pecador por que eu peco. Já pensou nisso? Eu peco porque eu sou pecador. O que me faz pecador não é deixar de ir a igreja, não é deixar de ser batizado, não é o troco errado que eu não devolvi, não é o “cafezinho” que eu deixei para o guarda, não é o “gato” que eu fiz na água ou na luz. O que me faz pecador é a minha existência! A minha concepção me tornou pecador!
Vejo meus sobrinhos lindos e gostosos e apertáveis: Pecadores.
Vejo minha mãezinha piedosa: Pecadora.
Olho para aquele pastor abençoado de cabelos branquinhos… Pecador. Todos somos pecadores.
Mas e aí então, não há solução? Há.
Quando eu, ovelha, reconheço a voz do pastor que me chama pelo nome; quando eu reconheço quem é aquele homem pendurado numa cruz, moído, rasgado, sangrando, cuspido e humilhado, em meu lugar… algo novo acontece. E acontece porque eu sou bonzinho? Não… Isso não vem de nós. Essa revelação, essa retomada de consciência, é dom de Deus.
Eu vivo num fluxo natural, humano, pecaminoso, onde faço de tudo para ter mais dinheiro, acumular, saciar os meus próprios desejos; e o outro que se exploda!
É a Legião da má vontade. O seu lema é : ”Cada um com seus problemas”.
Eu venho de fábrica com um programa rodando aqui dentro de mim que torna o meu estômago em um buraco sem fundo; onde eu como, e como, e como, e pego pra mim, e construo pra mim, e junto pra mim, pra mim, pra mim e pra mim… Não tem fundo esse negócio. Eu nunca me sacio…NUNCA!
“Todas as mulheres que eu puder pegar, tudo o que eu quiser comprar, me empanturrar de tudo o que há de mais gostoso, mais brilhante, mais dopante…”
Mas, a partir do momento em que eu sou salvo, pela Graça em que o Divino toca no carnal; naquele momento em que Deus vem em minha direção, algo diferente acontece. Alguma coisa muito estranha acontece; e se não acontece é tudo, menos o toque do Divino na vida de um pecador. Pode ser roupa nova, linguajar novo, repertório musical novo… mas se não é a Revelação de Deus pra você, pode até levar o nome de Deus, mas é só religião.
Quando eu sou tocado por Deus, eu me assemelho a alguém que morava em uma caverna durante toda a sua vida e a única percepção que esse ser tinha da vida eram as sombras refletidas nas paredes da caverna. Ele nunca viu uma pessoa sequer; só a sua sombra. Ele nunca viu uma árvore; só a sua sombra. Ele nunca vi um urubuzinho sequer; só a sua sombra. Mas então, no dia de hoje, alguém que vinha passando pela entrada da caverna percebe que existe alguém sentado lá dentro, bem lá fundo, de frente para uma parede, olhando as sombras. E quando o homem da caverna ouve que lá fora existe um mundo novo, de luzes e não mais só de sombras, ela acha loucura! “Blasfêmia!!” (diria o fariseu da caverna). Então o visitante arrasta essa criatura das sombras para fora e na hora em que ele abre os olhos; tudo é diferente! Tudo é colorido! Tudo faz sentido!
Quando eu sou tocado por Deus a minha percepção das coisas muda completamente. É como se, antes, uma casca de gesso encobrisse a minha consciência; é como se lentes de contato foscas estivessem sido retiradas dos meus olhos… Estilo escamas de peixe (só os fortes entenderão)… E eu tenho um vislumbre, ainda em parte, ainda opaco, de tudo o que Deus reservou para mim. De tudo o que Deus quer que eu seja. De todo o potencial que Ele espera que eu corresponda, mas que eu não fazia a menor ideia de que estava lá, dentro de mim. Eu reconheço que meu potencial não é para ser o homem mais rico da cidade… O que Deus projetou para mim está para muito além das coisas dessa vida.
Mas existe um dia especial para que isso aconteça. Só há um dia em que esse toque pode ocorrer e a gente tem que estar atento. Se você está pensando: “será que foi ontem o dia desse toque e eu não vi… Ou, será que foi no dia do último capítulo da novela e eu nem me toquei… Ou será que vai ser no próximo sábado? ”… eu tenho uma boa notícia pra você: “Se hoje vocês ouvirem a sua voz, não endureçam o coração”.
É hoje que isso acontece. HOJE. E você não está vendo novela, nem num casamento, hoje não é ontem e nem amanhã. É hoje; e hoje você está aqui!
E o Deus que criou todas as coisas, e conhece você inteiramente, toca o coração de um outro zé (eu), num dia a tarde e escolhe se revelar a ele, e diz assim: Vai lá e compartilha com eles! E aqui eu estou pra te dizer: Toda a carga que você carrega, todos os nossos pecadinhos particulares, todo nosso egoísmo, toda a nossa falta de amor, toda nossa raiva, a nossa dificuldade em perdoar, nosso desejo insaciável de ter cada vez mais e viver pra satisfazer isso, toda nossa carga genética pecaminosa, nós podemos entregar nas mãos dEle hoje! Só hoje, e descansar no Pai.
Não adianta fingir, tentar esconder, mascarar, enganar… Tudo está exposto diante dAquele que criou os Céus e a Terra! Confie, se entregue, reconheça, salte no escuro e encontre alívio nos braços do Pai.
Nós somos pecadores e não vamos mudar isso. Ele é que vai. Se entregue nas mãos Dele e Descanse Nele. Mas só hoje!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
  • Verdade, Daniel. Quando a gente entende que não temos mérito nessa história e que tudo provém do Pai, é um descanso para o ser.
    É claro que alguém vai dizer: “Ah, mas se eu sou salvo por Ele e não tenho mérito nisso, então posso pecar a vontade”… É obvio que um coração realmente grato e que reconhece a inclinação do Divino em nosso favor, jamais pensaria assim. Mas isso é tema para outra postagem kkk.

  • Daniel de Oliveira

    Que muitas pessoas descubram Hoje, a felicidade de serem feitas filhos de Deus. Muito bom texto.

Resistência Podcast © 2016