RP#25 – A BREVIDADE DA VIDA

20 de setembro de 2016

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Fala Resistência, chegamos ao episódio #25 e o papo de hoje é sobre a vida. Quando a bíblia nos afirma, em Salmos 144:4, que a vida do homem é um sopro e seu dias como a sombra que passa, o salmista não estava brincando. Em nossas buscas incessantes por um motivo, propósito, viver por nada ou morrer por algo, acabamos acreditando que nossa existência é do tamanho do nosso ego. Mas, será que é assim?
Vale tudo pela felicidade? O quanto Deus está envolvido com a brevidade de nossa existência? Como lidar com a morte? Quando tomamos consciência de nossa peregrinação nessa terra?
Tudo isso e muitos mais nesse episódio!

Cortejo de brevidade fúnebre formado por: Rodrigo Oliveira, Edvaldo Nascimento, Will Soares e Rodrigo Muniz.

Comentado no episódio:

A consciência Crística – Ed René Kivitz
O livro mais mal humorado da Bíblia – Ed René Kivitz
Simplesmente Crente – Michael Horton

Soundtrack:

What a wonderful world – Loius Armstrong / Don’t Worry be Happy – Bobby Mc Ferrin / TEKA – Will Soares / The thrill is gone – B.B.King feat Tracy Chapman / The great pretender – Freddie Mercury / Stay around a little longer – B.B.King feat Buddy Guy / Ain’t no montain high enough – Marvin Gaye & Tammi Terrel.

Redes Sociais:

Fanpage do Resistência Podcast no Facebook
Twitter de Rodrigo Oliveira
Facebook de Will Soares
Facebook do Rev. Edvaldo Vieira
Facebook de Rodrigo Muniz

PARTICIPE JÁ DA CONFRARIA RESISTÊNCIA NO TELEGRAM E INTERAJA COM OS PARTICIPANTES E OUTROS OUVINTES! BASTA CLICAR AQUI!

Nos envie uma mensagem de voz pelo Telegram, nos escreva um e-mail através do endereço resistênciapodcast@resistenciapodcast.com ou deixe um comentário na postagem.

O seu comentário é o nosso salário.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
  • Ótimo episódio pessoal. Acredito que, para um cristão, a felicidade deveria ser encontrada na graça de Deus, através de Cristo. O problema é que, por sermos inclinados ao pecado, sempre teremos uma tendência a projetar nossa felicidade em coisas terrenas. Como exemplo, o filme A Procura da Felicidade (que é um bom filme), demonstra que a felicidade está em alcançar seus objetivos de vida, valorizando a família, buscando sucesso profissional, sempre com o intuito de realizar sonhos. Quando colocamos Cristo no centro, a felicidade está em simplesmente viver uma vida de intimidade com Deus, sendo grato diariamente pelo Seu amor e adorando ao Pai em cada respirar. Assim, enquanto para o mundo a vida é breve, pois temos pouco tempo para “realizarmos nossos sonhos e sermos felizes”, a vida Cristã é eterna, apenas passando por mudanças, já que nesse mundo buscamos a felicidade, mas depois teremos felicidade plena.

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

    • Verdade Eddie… Se não estivermos focados constantemente sobre quem somos e onde estamos, vamos aos poucos deixando as preocupações dessa vida tomarem um lugar em que não deveriam estar. E mais; abrir mão de muitas coisas que o mundo nos oferece, pode ser interpretado por alguns cristãos como perda, mas o caminho e a vontade do Pai para nós é sempre o melhor.
      Obrigado pelo teu feedback e peço, já que gostou, que nos ajude a compartilhar se for possível.

      Abração, mano.

Resistência Podcast © 2016