UM JESUS PARA EMOCIONAR

19 de setembro de 2016

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

14383380_1254347841263584_1882434231_nSEGUIA-O NUMEROSA MULTIDÃO DE POVO, E TAMBÉM MULHERES QUE BATIAM NO PEITO E O LAMENTAVAM. PORÉM JESUS, VOLTANDO-SE PARA ELAS, DISSE: FILHAS DE JERUSALÉM, NÃO CHOREIS POR MIM; CHORAI, ANTES, POR VÓS MESMAS E POR VOSSOS FILHOS! PORQUE DIAS VIRÃO EM QUE SE DIRÁ: BEM-AVENTURADAS AS ESTÉREIS, QUE NÃO GERARAM, NEM AMAMENTARAM. NESSES DIAS, DIRÃO AOS MONTES: CAÍ SOBRE NÓS! E AOS OUTEIROS: COBRI-NOS! PORQUE, SE EM LENHO VERDE FAZEM ISTO, QUE SERÁ NO LENHO SECO? LUCAS 23.27-30.

No ano de 2004, o filme “A Paixão de Cristo” causou grande comoção. Milhares de relatos sobre pessoas que passaram mal, ao ver as cenas dos flagelos de Cristo se espalharam pela internet. Muitos se solidarizaram com o sofrimento do messias, outros, demonstraram somente um sentimento de pesar por esta dita “figura histórica”.

Assim como o filme, milhares de encenações, esquetes e cantatas de Páscoa e Natal, ano após ano, emocionam e comovem milhares de pessoas, todavia, essas datas festivas, muitas vezes não passam de encontros para beber, comer e reencontrar a família (que não está errado e que fique registrado), mas se é tempo de lembramos de Jesus, então, também é tempo de reflexão. Tempo de olharmos para o Evangelho e avaliarmos a obra de Deus, e se em nós, há uma resposta coerente ao clamor de arrependimento que emana destas datas.

Sendo inegável o apelo emocional das datas Cristãs, com suas peças, filmes e músicas, por outro lado, é inegável também, que a sensibilidade humana é volúvel, inconstante e passageira. A grande questão não é a emoção, mas sim, se os corações estão sensíveis e dispostos a se converterem dos seus maus caminhos. Pois do que adianta comemorar o nascimento do salvador, se não permitimos que Jesus nasça em nós? Qual o propósito de celebrarmos a morte do cordeiro, se não permitimos que ele tire o pecado que em nós habita? Que nos vale chorar a morte de Cristo, quando ela não alcança o propósito de mudança de vida pecaminosa para vida em santidade? Qual o valor das lágrimas quando elas não estão ligadas com Arrependimento, Conversão, Novo nascimento, Renovação de Mente e Mudança de Perspectiva?

Qual valor pode ter um Salvador, para pessoas que não reconhecem que precisam ser Salvas?

Porém Samuel disse: Tem, porventura, o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios quanto em que se obedeça à sua palavra? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender, melhor do que a gordura de carneiros. 1° Samuel 15.22
Sacrifícios agradáveis a Deus são espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus. Salmos 51.17

FILHAS DE JERUSALÉM, NÃO CHOREIS POR MIM; CHORAI, ANTES, POR VÓS MESMAS E POR VOSSOS FILHOS!

Jesus nos adverte na figura dessas mulheres, a não termos um lamento por Ele, que não correspondesse a cada um de nós. Muitos conhecem a questão política/religiosa da morte de Cristo, mas quantos entendem que essa questão, assim o foi, para que se cumprissem em nós os decretos Eternos e Espirituais para salvação do homem? Jesus não é uma história triste no curso da humanidade, Jesus é o Messias prometido para restaurar Israel e salvar os Gentios.
O apóstolo Paulo, em sua inspiradora defesa perante o Rei Agripa nos ensinou, que Cristo foi predito através dos testemunhos de Moisés e dos profetas, e que de acordo com a vontade e decreto de Deus, Cristo padeceria em nosso favor e seria o primeiro da ressurreição dos mortos.

O problema é que sabemos mais de geopolítica do que da Revelação de Deus. Sabemos mais de filosofia, e sociologia, mas pouco e muitas vezes nada de Evangelho. Não é sem sentido que Paulo escreveu aos crentes de corinto: Eu, irmãos, quanto fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não o fiz com ostentação de linguagem ou de sabedoria. Porque decidi nada saber entre vós, senão a Jesus Cristo e este crucificado. 1° Coríntios 2.1-2
Não há começo melhor para entendermos nossa situação a não ser pela Cruz. A Cruz era a condenação mais brutal e humilhante conferida a um criminoso no império Romano.
Na lei de Deus dada a Moisés, mas precisamente no livro de Deuteronômio, consistia uma regulamentação, onde o criminoso punido com a morte, não poderia ficar exposto até a noite pendurado no madeiro, devido ao fato, de ser uma criatura maldita aos olhos do Senhor.
Maldito. Palavrinha forte não? Jesus foi condenado à morte, não qualquer morte, mas a morte destinada a pessoas malditas.
Qual a causa disso?
A boa e velha desobediência de Adão. Aquela historinha que eu e você já estamos cansados de saber, mas que só entendemos a gravidade quando olhamos para a Cruz.
Percebe como subestimamos o que perdemos em Adão? Percebe como suavizamos o peso da sentença de Deus para Adão em Gênesis 3.17: Visto que atendeste a voz de tua mulher e comeste da árvore que eu te ordenara não comesses, maldita é a terra por tua causa…

Infelizmente, para milhares de pessoas, Jesus Cristo ainda é um mero personagem da Sessão da Tarde e sua história é um frívolo Passa-Tempo. O pecado original acaba sendo uma mera doutrina sem valor, e nos consideramos “livres”, sem ter parte nenhuma com esse tal de Adão, muito menos com esse dito Filho de Deus.

Queridos leitores, esse é o tempo de compreender nossa situação. Embora seja triste a crucificação e a morte de Cristo, devemos ter um profundo pesar sobre nós, pois foi por nossa culpa que Cristo chegou a esse estado lamentável. Isaías profetizou que Jesus seria o servo sofredor, um homem sem beleza, desprezado, sendo o mais rejeitado dos homens e cheio de dores, porque ele estava tomando o nosso lugar.
Nós é que somos criaturas desprezíveis por causa do pecado. Se Jesus chegou a padecer tal estado de calamidade, foi por amor a nós.
Por nos amar, Jesus trocou sua perfeição de Deus pela nossa imperfeição humana corrompida, sua perfeita obediência pela nossa desobediência voluntária, sua bondade pela nossa maldade, e seus atos de justiça pelos nossos atos de injustiça.

Não se engane!!! Jesus não morreu na Cruz por causa da armação política/religiosa dos líderes Judeus. Jesus não estava sofrendo somente por que foi traído por Judas e abandonado por seus discípulos. Jesus morreu, porque na Eternidade, o conselho Divino decidiu que assim seria, e que através da morte do Deus Filho Encarnado, o pecado, e a rebelião de Adão que condenou o mundo estariam sendo punidos e destruídos na cruz do calvário.
Deste modo à ira de Deus, destinada a nós, foi derramada totalmente em Cristo.

É tempo de chorarmos por nós, e por nossos filhos, pois não há quem, que nascendo nesse mundo, não tenha sido contaminado por essa corrupção. Choremos irmãos… Choremos pela condição miserável que Adão nos colocou, choremos por estarmos num estado mental reprovável, choremos pelo ódio quem em nós aflora, choremos pelas ofensas por nós proferidas, choremos pelos desejos homicidas que vagueiam na nossa mente, choremos pelas atitudes estúpidas, choremos pelos olhos maus, choremos pelas mãos rápidas para derramar sangue e machucar vidas, choremos por causa da nossa arrogância, choremos por nossa inveja, choremos por nossa falta de disposição em perdoar, choremos pela nossa maldade, choremos por nossas mentiras, choremos pelas promessas quebradas, choremos pela nossa desobediência, choremos por nossa insensatez, choremos por nossa injustiça, choremos por nossa avareza, choremos por nossas difamações… Choremos, choremos e choremos.
Choremos hoje, não um choro de pesar vazio, mas um choro de arrependimento com anseio pelo perdão, buscando restauração da nossa semelhança com Deus.
Choremos como recém-nascidos famintos pelo leite Espiritual.

Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros. Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de animo dobre, limpai o coração. Afligi-vos, lamentai e chorai. Converta-se o vosso riso em pranto, e a vossa alegria, em tristeza. Humilhai-vos na presença do Senhor, e ele vos exaltará. Tiago 4.8-9

PORQUE DIAS VIRÃO EM QUE SE DIRÁ: BEM-AVENTURADAS AS ESTÉREIS, QUE NÃO GERARAM, NEM AMAMENTARAM. NESSES DIAS, DIRÃO AOS MONTES: CAÍ SOBRE NÓS! E AOS OUTEIROS: COBRI-NOS! PORQUE, SE EM LENHO VERDE FAZEM ISTO, QUE SERÁ NO LENHO SECO?

A segunda advertência de Jesus diz respeito ao dia da vingança de nosso Deus, e que triste fim está reservado aos ímpios, se os mesmos não se arrependerem. A cruz é o maior símbolo do amor de Deus, mas também é a demonstração visível da ira de Deus sobre o homem. Jesus faz uso de um dito proverbial, para contrasta-lo com os demais homens. Jesus encarnou, para ser o que Adão e todos nós deveríamos ser, homens santos, justos e irrepreensíveis. Sendo a imagem e semelhança de Deus, vivendo uma vida em perfeita obediência a Lei de Deus. Se Cristo, o homem perfeito, a lenha verde e o Pão da Vida foi destruído, transpassado e moído por ser o sacrífico do pecado, qual será o fim dos homens imperfeitos, pecadores, lenhas secas e árvores duas vezes mortas?
A lenha seca só serve para ser tacada no fogo.
O outro contraste e a alegria do nascimento de uma Criança com o terror do dia do Julgamento de Deus. Para aqueles que decidirem viver conforme Adão, o terror da punição será inigualável. Nesse dia, não existira contentamento que abafe o terror de ser achado em falta. Infelizmente esse é o fim destinado aos que não creem no Evangelho. Muitos não ligam para as advertências de Cristo, dos profetas e dos apóstolos, não querem ouvir desses assuntos. Não é meu interesse aqui, expor um discurso terrorista, pois aqui o que expus é a conclusão do Próprio Senhor Jesus.

Qual o fim que podemos esperar? Como podemos reclamar da punição de Deus, quando deliberadamente pecamos contra Ele? Como podemos esperar salvação, quando fugimos do amor de Deus? Como esperamos reconciliação com Deus, quando negamos o sacrifício do seu Filho?

Mas ao ímpio diz Deus: Que fazes tu em recitar os meus estatutos, e em tomar a minha aliança na tua boca? Visto que odeias a correção, e lanças as minhas palavras para detrás de ti. Quando vês o ladrão, consentes com ele, e tens a tua parte com adúlteros. Soltas a tua boca para o mal, e a tua língua compõe o engano. Assentas-te a falar contra teu irmão; falas mal contra o filho de tua mãe. Estas coisas tens feito, e eu me calei; pensavas que era tal como tu, mas eu te arguirei, e as porei por ordem diante dos teus olhos: Ouvi pois isto, vós que vos esqueceis de Deus; para que eu vos não faça em pedaços, sem haver quem vos livre. Aquele que oferece o sacrifício de louvor me glorificará; e àquele que bem ordena o seu caminho eu mostrarei a salvação de Deus. Salmos 50:16-2

Não é meu propósito desanimar você, querido leitor, pelo contrário, desejo te animar a buscar em Deus a salvação que já foi conquistada na Cruz. A palavra Evangelho significa Boa Notícia. A boa notícia é que Deus nos amou, e tem proposta de reconciliação, perdão, paz e vida eterna em Jesus. Já perdemos muito vivendo conforme Adão, rasguemos os nossos laços com o pecado e vivamos em Cristo.

Nada Melhor (Vencedores Por Cristo)

Muito embora, um só Jesus exista,
Nem todos sabem vê-lo com é.
Filósofo, poeta ou comunista,
Ou mesmo um hippie, já se disse, até.

Mas, Jesus é bem mais importante,
Quando se sabe de Seu grande amor.
E é preciso, hoje, que se cante,
Jesus, Filho de Deus, o Salvador!

Por todo mundo procurei
Verdade e amor com que sonhei,
Vazio achei ao meu redor, nada melhor.
Nada melhor.

Ao ver a vida se perder, tão fraco, eu penso em que fazer
Quem vem trazer a solução da direção? Da direção…
Tanta procura e ilusão, a vida escura e sem razão.
Viver a troco de não ser, melhor morrer, melhor morrer.
Melhor morrer…

Caminho estreito, eu vi a cruz
E no meu peito o céu em luz..
Meu sonho, a paz, achei enfim,
Jesus em mim! Jesus em mim!

Que Deus os abençoe em Cristo Jesus.

Daniel de Oliveira Marques. Servo, apenas servo e nada mais.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
Resistência Podcast © 2016